A MALDADE DO HOMEM E O JUÍZO DE DEUS: UM ENSAIO EXEGÉTICO DE GÊNESIS 6.1-8

André Gaulke

Resumo


Este artigo trata da perversidade e corrupção geral da humanidade a partir de Gn 6.1-8, que é tratado exegeticamente para uma elucidação genuína do seu conteúdo. O texto em estudo apresenta-se como problemático em sua teologia ao utilizar-se do mito dos Nefilins e das suas relações com as filhas dos homens para demonstrar o apogeu da maldade humana. Igualmente perturbadora é a clara menção do arrependimento de Deus ao ter criado o homem. Assim, o texto quer apresentar o contexto no qual vivia Noé, para que entendamos a proclamação do seu juízo e da sua graça ao decidir salvar aquele único justo. Por fim, atualizamos o conteúdo do texto a partir de aportes hermenêuticos para compreender o pecado, o juízo e a misericórdia de Deus nos afetam hoje e de como tal texto pode ser pregado nas comunidades cristãs.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.