O PATRIARCA ABRAÃO E AS LUZES DO “AFIRMAR-SE A SI-MESMO”

Luis Fernando Catelan Encinas

Resumo


O presente artigo busca refletir sobre as luzes do “afirmar-se a si-mesmo” a partir de determinadas fontes judaicas. Seguindo alguns relatos sobre a vida do patriarca Abraão (contidos nestas e em outras fontes), procuraremos entender como este distingue e assegura os modos do “afirmar-se o si-mesmo” humano. Assim, por exemplo, interrogando alguns tratados talmúdicos, buscaremos apreender e delimitar as leis e imperativos que asseguram e afirmam o si mesmo e o sentido de si que, como tal, constitui o núcleo da questão “manter-se voltado para si”. Neste sentido, ao procurarmos as luzes do “afirmar-se o si-mesmo” em Abraão, descobriremos nele uma ética baseada na atenção com a vida do próximo, pautada pelo respeito e, principalmente, na preocupação com o Outro.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.