FORMAÇÃO PRESBITERAL: UM DIÁLOGO INTERDISCIPLINAR COM A PSICOLOGIA

Anderson Frezzato

Resumo


O presente artigo visa expor a importância da ciência psicológica no processo de formação presbiteral católico. O objetivo é estabelecer um diálogo entre as propostas de formação vocacional com a psicologia. Na exposição do nosso pensamento abordamos a visão da psicologia sobre o chamado de Deus, analisando a vocação, a figura do seminarista como aquele que deve atingir a maturidade para abraçar o ministério sacerdotal e a descrição de algumas abordagens psicológicas e suas contribuições no processo formativo. Para tanto, o trabalho se apoia nos diversos documentos da Igreja sobre o assunto, relacionando-os com as proposições da Psicologia.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.