MACRORREFLEXÕES SOBRE O NEOPENTECOSTALISMO BRASILEIRO, CONTRIBUIÇÕES SOCIOLOGICAS DE PIERRE BOURDIEU PARA UMA ESPISTEMOLOGIA DA CIÊNCIAS DA RELIGIÃO: ESTUDO DE CASO DE UMA IGREJA NEOPENTECOSTAL E A SUA TEOLOGIA

Moyses Naftali Leal Quitério

Resumo


Resumo: O presente artigo tem como objetivo discorrer sobre o campo religioso brasileiro e a teologia utilizada na Igreja Plenitude do Trono de Deus (IAPTD). Para isso, entende-se que para um estudo breve, alguns pontos devem ser abordados, com base em uma leitura “ao redor” de Pierre Bourdieu. Ao realizar a análise do campo religioso proposto por Bourdieu, temos também os desafios que ocorrem nele, muito por conta de sua diversidade, no que se refere ao Brasil de fato. Para realizar o estudo, a metodologia aqui se vale de pesquisa bibliográfica e de campo, tendo em vista o perfil do apóstolo Agenor Duque, que é a figura principal da IAPTD. O seu perfil mostra muito da sua igreja e consequentemente a sua formação e base teológica. Ao tratarmos do campo religioso brasileiro e as igrejas mencionadas, não podemos deixar de mencionar o pentecostalismo e sua constituição até o chamado neopentecostalismo, baseado na cura divina, guerra espiritual e teologia da prosperidade. Outro ponto observado dentro da teologia da prosperidade que se vale de uma espécie de relação de troca, ou seja, é dando que se recebe para alcançar aquilo que se busca no templo, com base no que é profetizado pelo líder da igreja. 

 Palavra-chave: Pierre Bourdieu. Religião. Neopentecostalismo. Pentecostalismo. Agenor Duque.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.