O PROBLEMA DAS FAKE NEWS DURANTE O GOVERNO DO PAPA FRANCISCO

Renato Arnellas Coelho

Resumo


Resumo: No pontificado do papa Francisco, muitas informações divergentes têm circulado sobre o que o papa teria feito ou falado em determinadas situações. Tal fenômeno já existia em pontificados anteriores, todavia, não em tanta intensidade e profissionalismo no que concerne a geração de notícias falsas (fake news). O fenômeno das fake news não gerou transtornos apenas no mundo político e científico, mas também na teologia católica. Influenciado pela Teologia Latino-Americana, o papa Francisco tem incomodado alguns setores da sociedade que discordam de algumas de suas posições, o que leva a supor que boa parte das fake news não seriam fruto de mero engano ou ignorância, mas algo organizado para dificultar que sua mensagem chegue intacta no receptor final. Para tanto, a metodologia usada se baseará na análise de casos de fake news relacionados ao papa Francisco, buscando-se as fontes autorizadas e oficiais de comunicação do papa para contrastar o seu conteúdo original com a versão distorcida. O objetivo dessa análise será o de distinguir os diversos níveis de discurso do papa, bem como ressaltar as consequências teológicas das distorções feitas e quais remédios usar para diminuir ou eliminar essa fonte de confusão entre os católicos. Nesse campo, a Mídia fez consideráveis progressos sobre como lidar com fake news e que podem colaborar para filtrar melhor o que se recebe de informação do papa. Lidar com fake news não é mais um trabalho apenas para jornalistas, mas o é para teólogos e cada pessoa em particular.

 

Palavras-chave: fake news, Francisco, mídia.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.