A METAFÍSICA DE ARISTÓTELES NÃO CONTÉM UMA TEOLOGIA RACIONAL: ESTUDO SOBRE OS ARGUMENTOS DE ENRICO BERTI

Francisco Marques Miranda Filho

Resumo


Falar de teologia na Metafísica de Aristóteles nada tem a ver com a ciência teológica que se desenvolveu no Ocidente e no Oriente, a partir da leitura que alguns filósofos cristãos e mulçumanos fizeram da obra aristotélica desde o Medievo. Por outro lado, é preciso reconhecer que, por causa dessa interpretação, também se desenvolveu uma certa área da filosofia que propôs reflexões filosóficas sobre Deus. Aristóteles foi seu ponto de partida, e isso vale tanto para os árabes, quanto para os cristãos. Essa parte da filosofia que se ocupou de Deus e dos atributos da divindade esteve presente na maior parte dos intérpretes de Aristóteles até bem recentemente. Ao enfrentar esta controvérsia, Enrico Berti defenderá com o próprio texto da Metafísica que, se Aristóteles, em alguma parte da sua obra, fez teologia, ele o fez com o objetivo de identificar uma ciência teológica possível que fosse parte da ciência primeira que ele busca e encontra na filosofia primeira, a ciência das primeiras causas.

 

Palavras chaves: Metafísica. Teologia Racional. Filosofia Primeira.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.